De facto, a compra de uma casa, é um dos maiores investimentos feitos ao longo de uma vida e por esse motivo, recorre-se a crédito, quando o assunto é crédito, é necessário dar a devida atenção a todos os detalhes.

Neste artigo, vamos falar sobre taxas de juro fixas e variáveis, no entanto, antes de lhe explicarmos as diferenças entre taxa de juro fixa ou variável, é necessário compreender de que se trata.

De forma simples, a taxa de juro é o preço do dinheiro, pense numa taxa de juro, como o preço que é cobrado por um empréstimo e o dinheiro que se ganha com um depósito num determinado período de tempo.  

Agora que já sabemos o que é uma taxa de juros, vamos ao que interessa:

O que é uma taxa de juro fixa? E uma taxa de juro variável?

Pode até parecer confuso, no entanto, tal como os nomes indicam são taxas que podem ou não alterar durante o período do contrato feito com o banco.

A taxa de juro é acordada por um período de tempo que podem varia entre 3 a 12 meses, nos empréstimos contraídos.

A taxa de juro fixa, mantém-se inalterada durante o prazo que tiver sido acordado com a instituição de crédito, isto significa que se as taxas de juro de mercado, por exemplo a taxa de juro Euribor, subirem ou descerem a prestação do empréstimo com taxa fixa não se altera, em palavras mais simples, o cliente paga um preço mais alto pela segurança de não vir a ter a sua prestação aumentada.

Já quando falamos de taxa de juro variável, precisamos de ter consciência que esta resulta da soma de duas componentes, a taxa de referência, por norma, Euribor e o spread e já que falamos em spread, podemos simplificar esta palavra, é a percentagem que o banco irá lucrar por lhe emprestar dinheiro e esta é livremente definida pela instituição bancária aplicada a cada contrato à habitação.

A Euribor é uma das principais taxas de referência do mercado monetário da Zona Euro.

Tal como referido anteriormente, a taxa de juro, é revista num prazo de 3, 6 ou 12 meses, quando o valor da Euribor é revisto, a taxa de juro do empréstimo pode subir ou descer refletindo a eventual alteração do valor da Euribor e este é revisto após o prazo a que se refere.

Então, a taxa de juro variável, altera sempre que a taxa Euribor muda, por isso, caso suba, o preço da sua prestação aumenta ou caso desça, o preço da sua prestação diminui, esta depende da variação da taxa Euribor.

É válido ainda comentar as taxas Euribor a três e seis meses as mais frequentemente usadas em contratos de crédito à habitação.

Posto isto, na verdade, não existe nenhuma fórmula mágica, não existem casos iguais e por isso, não podemos simplificar a “escolha uma taxa fixa” porque na verdade, isto tem de ser avaliado em casos concreto e consoante, as opções disponíveis.

A melhor dica será, informe-se de todas as opções disponíveis e depois, de forma consciente, decida.

Pode também usufruir do simulador do crédito à habitação que o Banco de Portugal dispõe para ter uma simulação independente de instituições bancárias.

Fontes:

https://bpstat.bportugal.pt/conteudos/publicacoes/1381

https://clientebancario.bportugal.pt/pt-pt/credito-habitacao

https://www.bportugal.pt/page/taxa-de-juro-fixa-ou-variavel

Artigos relacionados